Sim, isto mesmo piso de cimento queimado pode ficar muito lindo em sua casa e deixá-la com um ar super atual! O cimento queimado foi largam...

Sim, isto mesmo piso de cimento queimado pode ficar muito lindo em sua casa e deixá-la com um ar super atual!
O cimento queimado foi largamente utilizado no passado, tanto na cor natural como pigmentado. Por muito tempo foi deixado de lado como sendo uma alternativa muito rústica. Hoje com os novos conceitos de moradia o cimento queimado voltou com força total.

O piso de cimento queimado é bonito, durável e fácil de manter. Entre os pisos ele seria o "pretinho básico" podendo ser usado liso na cor natural, apenas envernizado ou encerado, tingido, ou com "acessórios".

Para executar não precisa de mão de obra altamente especializada, normalmente qualquer pedreiro caprichoso, sabe fazer.
Se o pedreiro que tu conheces não souber fazer, por favor, esqueça este pedreiro!

O piso é feito diretamente sobre o contrapiso regularizado e pode ser feito tanto nas áreas externas com internas.
Nas áreas externas recomendamos o cimento apenas alisado. Se quiser aplicar o cimento queimado deverá ser feito juntas largas e com espaçamento máximo 60 cm para evitar escorregões.

Fonte: casaclaudia.com


O cimento queimado combina com uma infinidade de materiais como cerâmicas, pastilhas, porcelanatos, ladrilhos hidráulicos, pedras naturais e seixos.
A sua utilização não fica restrita aos pisos, podendo também resvestir bancadas e paredes.

Na parede da galeria criada por Raul Pabst e Chiara Meschini
foi utilizado cimento queimado polimérico. A parede à frente é revestida de madeira de demolição. 

Pufes são lindos, coloridos, úteis, fáceis de trocar o revestimento quando você enjoa cor, e podem ser ótimos para aprovei...



Pufes são lindos, coloridos, úteis, fáceis de trocar o revestimento quando você enjoa cor, e podem ser ótimos para aproveitar espaços e otimizar um pequeno cômodo.

Como diz o arquiteto Allan Feio, os pufes são objetos de decoração que aliam versatilidade, praticidade e modernidade. Podem ser usados como assento, mesa de apoio para livros, controle remoto, roupas ou colocados no canto do quarto ou no centro da sala, dando um toque charmoso ao lugar. E com um
leque tão variado de funções, modelos não faltam.

“Aqui em Curitiba tem vários modelos desse tipo de mesinha - tampo quadrado, tampo redondo, pufs triangulares, quadrados e redondos. elas são vendidas em diversas lojas de móveis. Aqui se vais no bairro Santa Felicidade, encontras em diversas lojas.” Alice Abad












Nessa mesa/pufe a almofada é presa com velcro a baixo, sendo a decoração colorida da mesa ou colocada em cima mudando total sua função para banqueta.




Pufes podem ser feitos com materiais criativos, como este de balde antigo, servindo também para quardar objetos dentro.
 




Lindos pufes que completam a decoração do ambiente, aproveitando o espaço em baixo dos consoles na sala ou quarto.




Os pufes podem ser ocos para guardar revistas, almofadas, brinquedos,....
Este pufe além de servir de baú sua tampa serve de bandeja ou transforma o pufe em uma mesinha!


Pufes bem posicionados em baixo de racks ou mesas de centro podem ser discretos e compor a decoração.






O pequeno espaço nessa sala com cozinha integrada foi bem aproveitado, o pufe redondo mais firme também serve como mesa de centro.









Lindos com capas de  crochê! O amarelo também deu vida ao ambiente.



Decoração linda e charmosa com os 4 pufes em baixo da mesa de centro, 2 no mesmo tom do sofá e 2 com o mesmo estampado das almofadas.











E aí o que vocês acham dos pufes? 

Beijo







Você já ouviu falar de Thom Filicia? Ele é o badalado designer de interiores que apresenta o programa   Minha Casa, Meu Estilo   todas...


Você já ouviu falar de Thom Filicia? Ele é o badalado designer de interiores que apresenta o programa Minha Casa, Meu Estilo todas as quintas-feiras, às 21h, no canal pago Discovery Home and Health. Em dois dias, Thom transforma um ambiente tomando por base o estilo e as roupas da proprietária da casa – com a ajuda, claro, da estilista Erika Martin, seu braço direito no reality show. 

Tom Filicia Inc. 
Mas o sucesso de Thom não começou na televisão. Graças ao seu talento, o designer ganhou prestígio rapidamente ao abrir, em 1998, uma empresa com seu nome no bairro do SoHo, em Nova York. Com linhas simples, mas fortes, e uma paleta rica em cores, ele conquistou a alta sociedade e encabeçou grandes projetos residenciais e comerciais. Em 2005, sua empresa foi responsável pelo design do United States Pavilion na 2005 World´s Fair, na província de Aichi, Japão. O evento, que durou 185 dias, contou com a participação de mais de 120 países e discutia a união do homem com a natureza. Thom também foi nomeado um dos 100 melhores designers pela revista norte-americanaHouse Beautiful. 

Casa e Jardim - NOTÍCIAS - Thom Filicia: A casa com a sua cara


O Tom é maravilhoso, super criativo e com idéias muito práticas.
Vale à pena conferir as dicas abaixo. 
São dicas simples mas fundamentais para uma decoração de sucesso. Aliás valem também para outras coisas como roupas, comportamento, etc.
Em outros dias colocarei exemplos de decoração com essas dicas.
Sensacional!




Os dez mandamentos de Thom Filicia

“Ajudo as pessoas a se expressarem através do meu design”.

1. Tenha em mente um plano. “Antes de sair misturando estilos, cores e elementos, pense no projeto, na sua funcionalidade e viabilidade.”


2. Ilumine a vida! “Abuse da iluminação em três canais, com luz geral regulável e pontos focados.” 



3. Pinte o sete. “Aconselho sempre começar pelas cores terrosas.” 



4. Sinta. “As texturas não estão apenas nos tecidos, mas nas formas.” 



5. Esqueça as combinações. “Decoração é como se vestir, tudo deve ser coordenado.” 



6. Pequeninos. “Espaços menores são desafiadores e precisam de criatividade.” 



7. A vez do orgânico. “Faça misturas, teste as percepções.” 


8. Efeito surpresa. “Surpreender é o que faz a pessoa feliz. Invista no incomum, no detalhe.”


9. Tome a frente. “A casa não pode mandar em você. O espaço tem que funcionar para você.” 



10. Less is more. “Os excessos devem ser retirados. O luxo está na simplicidade.”




Felicidades!


  Se você como eu mora em um apartamento ou casa de cômodos pequenos, sabe a importância de aproveitar bem os espaços disponíveis e...


 



Se você como eu mora em um apartamento ou casa de cômodos pequenos, sabe a importância de aproveitar bem os espaços disponíveis e de achar maneiras de fazer com que eles pareçam maiores.

Uma boa solução para dar maior amplitude ao espaço é a utilização de espelhos na decoração. Pode ser uma parede de espelhos, um único espelho grande, vários espelhos pequenos ou ainda móveis revestidos de espelhos. E além disso eles são ótimos para dar um ar de modernidade ou acrescentar charme à sala monótona.

Um grande espelho em sua casa lhe dá um visual mais atraente e elegante. Eles tem uma maneira original de fazer quartos pequenos parecerem maiores refletindo a luz.

Aqui vão algumas dicas para saber como melhor utilizar os espelhos:

  • Tente pendurar uma série de espelhos pequenos em um hall de entrada estreito para fazê-lo parecer menos abarrotado.
  • Se a sua sala de estiver desprovida de um ponto focal, um espelho antigo em um local central trará uma sensação de equilíbrio para o cômodo.
  • Ao invés de uma cabeceira ou quadro, tente colocar um espelho em cima de sua cama.
  • Vários espelhos ponta chanfrada ou um espelho vintage ficam deslumbrantes sobre uma penteadeira,  ou cômoda e também expandem o espaço em torno desta peça de mobiliário.
  •  Para um cômodo muito estreito, tente colocar espelhos em ambos os lados mais estreitos para criar a ilusão de uma sala ampla.
  • Para fazer seu cômodo parecer maior use espelhos decorativos em frente às janelas. Os espelhos refletirão a luz para o quarto, iluminando o espaço. 
  • A fim de fazer uma ilusão de maior profundidade dentro de um quarto, pinte uma das paredes com um tom mais escuro. Em seguida, coloque espelhos decorativos, nesta parede escura. 
  • Para a máxima ilusão de espaço tente usar grandes espelhos sem moldura. Nos cômodos estreitos, os coloque na parede mais ampla. 
  • Tente criar um arranjo de parede com espelhos de diferentes tamanhos, cada espelho refletirá luz e cor, aumentando o tamanho aparente do cômodo. 
  • Os efeitos de luz são especialmente importantes em uma pequena sala. Tente comprar luzes de parede com suportes de espelho, seja com velas ou lâmpadas elétricas. Os espelhos vão dobrar a quantidade de luz criada. 
  • Se você tem uma peça favorita de arte, experimente colocar um espelho sem moldura no lado oposto a ela. O espelho refletirá o trabalho artístico na sala ressaltando sua beleza. 
  • Tente colocar o espelho em local que você não fique se vendo refletido o tempo inteiro.



 


 

 

 


 





 


 

 







 

Espero que um, ou mais, desses truques o ajude a decorar, iluminar e ampliar seus cômodos!

Beijo






Brincando com espelhos: ideias para realçar a decoração

De diferentes tamanhos, desenhos e tons, os espelhos se encarregam de preencher paredes, ampliar espaços e multiplicar a luz.

Reportagem Visual Juliana Hamacek Texto Denise Gustavsen Fotos Cacá Bratke




Depois da reforma comandada pelas arquitetas Maristela Faccioli e Regina Junqueira, este apartamento ganhou um vistoso painel de mosaico português, mas manteve os móveis de traços fortes, como as poltronas vermelhas. “Em uma decoração com itens tão marcantes, peças neutras devem promover o equilíbrio. Por isso, escolhi o aparador e a mesa de centro espelhados, que se misturam ao cenário e quase não aparecem”, afirma Maristela. “É um recurso bonito e atemporal.”
Em busca de aconchego, a arquiteta Shenia Nogueira e a designer de interiores Paula Almeida resolveram mesclar dois materiais neste canto da suíte do casal. “Os moradores queriam uma atmosfera contemporânea, mas não fria”, explica Shenia. A dupla usou cumaru no deque e na parede do cantinho do ofurô e cobriu as portas do closet e da bancada de silestone com espelhos (Miragem Vidros). Na parede acima da cuba, um recorte faz o contorno do espelho e garante um efeito de moldura à peça.
Adornado por uma peça de madeira ricamente trabalhada – parte de uma cama antiga da moradora –, o espelho (Vidraçaria Alto da Lapa) na entrada da casa dá boas-vindas a quem chega. “Tornou-se um detalhe original para um item moderno, sem moldura”, diz o designer de interiores Marco Aurélio Viterbo. Outra sacada graciosa foi o acabamento bisotê nas laterais, que deixa o visual mais caprichado. Duas arandelas clássicas (Tania Bulhões Home) completam a composição.
Como os moradores não queriam investir em obras de arte, a arquiteta Christiane Sacco e a decoradora Denise Abdalla lançaram mão de uma chapa de madeira, em formato de L, coberta com pedaços de espelho de diferentes tamanhos encaixados sobre a base para decorar a sala de jantar. “É uma solução econômica e moderna”, lembra Denise. Pendurado na parede como um quadro, o adereço (execução da Amaral Vidros) traz delicadeza e também ajuda a dar profundidade ao ambiente.

Para tirar o peso da alvenaria de 11 m de largura, o arquiteto David Bastos vestiu a superfície inteira com placas retangulares de espelhos (Ativa Vidros). Além de dar nova dimensão ao espaço, a solução reforçou a claridade natural, que vem de generosas aberturas. “O desenho geométrico dos espelhos lembra as formas de Mondrian”, diz. O toque charmoso se dá pela tela de Daniel Senise centralizada no painel. Bem posicionadas, lâmpadas dicroicas valorizam o conjunto.