Reforma - sinônimo de dor decabeça, incomodação.  Não precisa ser assim, basta que se tome alguns cuidados. Um dos cuidados é o cálculo ...

Reforma - Como calcular a quantidade de materiais?

 
Reforma - sinônimo de dor decabeça, incomodação. 
Não precisa ser assim, basta que se tome alguns cuidados.

Um dos cuidados é o cálculo da quantidade de materiais. Segue abaixo alguns cálculos que te ajudarão muito. 
Dicas ajudam a economizar na compra de materiais para a reforma de casa
 
Calcular a quantidade certa de materiais é simples.
Como saber calcular reforma e a quantidade de material que você vai precisar para sua obra? Normalmente o pedreiro passa uma lista. Além disso, existem diversas calculadoras online que podem te ajudar com quantidade de tinta, de piso, entre outros materiais.

Mas é sempre bom ter uma noção das quantidades para não errar, nem gastar comprando material a mais e nem atrasar a obra comprando menos.
Listamos alguns cálculos simples que ajudam a estimar a quantidade de material que você vai precisar comprar. A questão é saber ficar no controle.
tijolos
Use uma trena para fazer os cálculos da área (Foto: Shutterstock)


Cálculo da quantidade de tijolos

O segredo aqui é calcular a área (largura x altura) e saber que tipo de tijolo você quer usar.
Passo 1 – Cálculo da área: Use a trena para medir a largura e a altura da parede que você irá construir. Para uma parede retangular simples, é só multiplicar a altura pelo comprimento. Se houver portas e janelas, desconte a área que elas vão ocupar. Depois some cada uma das paredes para chegar à área total.
Passo 2 – Tipo de tijolo: Escolha o tipo de tijolo que você vai usar. Depois verifique nesta tabela de referência quantos tijolos são necessários para preencher 1 metro quadrado.
Bloco de concreto 9x19x39 cm / 14x19x39cm = 12,5 unidades por m²
Bloco cerâmico (tijolo baiano) em pé em parede com 10 cm de largura = 23 unidades por m²
Bloco cerâmico (tijolo baiano) deitado em parede com 20 cm de largura= 46 unidades por m²
Tijolo comum maciço em parede com 10 cm de largura = 92 unidades por m²
Tijolo comum maciço em parede com 20 cm de largura = 184 unidades por m²
Se o bloco escolhido for de outro tipo, cheque com o fornecedor quantos tijolos vão para cada m².
Passo 3 – O resultado: É só multiplicar a área de parede pela quantidade de tijolos. É recomendável comprar 10% a mais porque pode haver perdas durante a obra.
Sala com piso frio
Compre 10% a mais para os pisos porque pode haver perda de material (Foto: Shutterstock)

Cálculo de quantidade de revestimento

As peças são vendidas por m². Em geral, peças menores ficam melhores em ambientes pequenos e geram menos perda com recortes.
Faça o cálculo da área do piso, multiplicando o comprimento pela largura do cômodo. Aí você saberá quantos m² de piso precisa comprar. É recomendável, também, comprar 10% a mais porque pode haver perdas. Se você escolher colocar o piso na diagonal, a perda com recortes pode ser maior. Compre 20% a mais.
O cálculo é o mesmo para a parede. Só é preciso descontar as áreas de portas e janelas. O cálculo de rodapé é mais simples ainda porque ele é vendido por metro linear. É só medir os contornos da parede.
tinta
Um galão de 18 l dá para pintar 90 m² (Foto: Shutterstock)

Cálculo de quantidade de tinta

Considere que quanto maior a qualidade da tinta, menos demãos você vai usar. Nem sempre tinta mais barata significa economia.
Calcule a área da parede: Multiplique largura pela altura de cada parede e some todas. Se houver muitas portas e janelas, desconte a área que elas ocupam ao final. Se não forem muitas, não se preocupe com isso.
Para o teto, faça o mesmo cálculo de área, multiplicando comprimento e largura.
Em geral, cada litro de tinta do tipo standard pinta 5 m². Escolha se você irá comprar o galão de 3,6 litros ou a lata de 18 l. Considere também quantas demãos você precisará fazer. Então:
Um galão de 3,6 l dá para pintar 18 m². Se for fazer duas demãos, dá para 9 m².
Um galão de 18 l dá para pintar 90 m². Se for fazer duas demãos, dá para 45 m².
caixa d'água
A caixa d’água deve ser um reservatório suficiente para dois dias (Foto: Reprodução/Pinterest)

Cálculo do tamanho da caixa d´água

Em geral, cada pessoa consome 150 l de água por dia, se morar numa casa. Se morar em apartamento, esse número sobe para 200 l/pessoa.
A recomendação é de que a caixa d´água seja um reservatório suficiente para dois dias. O cálculo é simples: a quantidade de pessoas que usam a casa pela quantidade de litros que cada uma precisa (150 l) por dois dias: X pessoas x 150 l x 2 dias (por exemplo, numa casa com 4 pessoas a caixa d´água precisaria ter 1.200 l).
As caixas d´água têm dimensões padrão: 310 l, 500 l, 1000 l, 1500 l ou as maiores, com capacidade de 4.000 l. É possível escolher uma única, com volume próximo do que você precisa, ou combinar duas caixas d´água, que juntas deem o volume necessário. A vantagem de usar duas é que isso distribui mais o peso sobre a laje.
Só de curiosidade, em apartamentos, o consumo diário por pessoa é maior (200 l) em função da maior pressão da água, que acarreta também em maior consumo.
benjamim
Não faça isso. Prefira o uso de mais tomadas do que o benjamim (Foto: Shutterstock)

Quantidade de tomadas

Use a referência de quantidade, mas pense bem quais equipamentos você pretende usar em cada cômodo.
Há uma quantidade mínima de tomadas de uso geral (que ligam os equipamentos TV, liquidificador, entre outros) que devem ser instaladas de acordo com a área dos cômodos.
A recomendação técnica é de que seja instalada pelo menos uma tomada de 100VA em cada cômodo de até 6 m². Para cômodos maiores que isso, calcule uma tomada para cada 5 m de parede.
Em cozinhas, copas e áreas de serviço são usadas mais tomadas. Pelo menos uma tomada a cada 3,5 m. Acima da pia, instale pelo menos uma tomada. Lembre-se que máquinas de lavar, micro-ondas e outros equipamentos que geram calor precisam de uma tomada exclusiva.
Nos banheiros coloque pelo menos uma tomada e garanta que ela esteja, no mínimo, a 60 cm de distância do box.
Em subsolos, varandas, garagens e sótãos, utilize no mínimo uma tomada.
Pense na quantidade de aparelhos que pretende ligar e prefira fazer mais tomadas a usar extensões e benjamins.